Now in Portuguese: Diz Lá, Tio Willi

A correspondência entre Andrea J. Larson e o seu tio, o monge beneditino Anselm Grün, revela um interessante diálogo intergeracional: de um lado, uma jovem mãe de três filhos, bem ciente das muitas limitações que se colocam a uma vida de total liberdade; do outro, um velho monge, que, ainda muito novo, decidiu entrar num mosteiro e ali, nos limites do claustro, encontrou uma grande liberdade. Diz Lá, Tio Willi de Anselm Grün , Andrea J. Larson